Home Dicas Mitos e verdades sobre o trabalho temporário

Mitos e verdades sobre o trabalho temporário

written by Desafio RH 18 de agosto de 2021
conheça alguns mitos e verdades sobre o trabalho temporário

O trabalho temporário ainda é um tema que gera muitas dúvidas, isto porque não é uma modalidade empregatícia muito comum no país onde moramos. Pensando nisso, nossa proposta hoje é esclarecer as verdades e mitos a respeito deste tema. Confira! 

1) Os treinamentos são obrigatórios para o trabalhador com contrato temporário?

Mito! Nem sempre é necessário. Muitas empresas oferecem esse auxílio a fim de ter um melhor desempenho do funcionário em determinada ação, mas para ser um trabalhador temporário é preciso apenas estar apto a realizar as atividades designadas

2) Os temporários não possuem direito a férias e 13º salário?

Mito! Essa modalidade de contratação é regida por lei e, por isso, o funcionário tem o direito de receber férias e 13º salário proporcionais ao tempo que trabalhou. Além disso, outros benefícios como vale-transporte ou alimentação também são direitos se a empresa disponibilizar. 

3) Trabalho temporário tem duração de apenas 3 meses?

Mito! Em Lei sancionada no ano de 2017, o trabalho temporário tinha a duração de 90 dias podendo ser prorrogado por igual período. Contudo, esse prazo mudou. Atualmente, a duração inicial é de até 180 dias consecutivos ou não, podendo ser prorrogados por mais 90 dias. 

4) Trabalho temporário não é terceirização.

Verdade! São conceitos totalmente distintos. No trabalho temporário são atendidas demandas transitórias e que precisam ser resolvidas naquele momento. Já os terceirizados, têm a função de transferir responsabilidades e ações a outra pessoa ou empresa. Geralmente este está atrelado mais a serviços.

5) Trabalho temporário pode ser uma porta de entrada para o mercado de trabalho?

Verdade! Para o empregador, essa modalidade é boa pois traz um aumento na produção e melhora a economia da empresa. Já no caso do funcionário é uma forma de ganhar experiência e, quem sabe, conseguir uma efetivação dentro da própria empresa onde realiza o temporário.
 
Por fim, podemos concluir que, por esta modalidade não ser tão comum, é importante ficar sempre atento à lei que a rege para não ter problemas e nem sair prejudicado pelo empregador. Se informe e busque estar sempre atento às modificações.

E se você tinha medo de aderir ao temporário, vá com tudo! Ele pode te trazer vários benefícios!

You may also like