Home Dicas Mercado de trabalho cresce para profissionais freelancers

Mercado de trabalho cresce para profissionais freelancers

written by Andreia Ferreira 22 de junho de 2018

Quem não gostaria de trabalhar em casa, ter horário flexível e ser seu próprio chefe? Estas são algumas das vantagens dos profissionais que vivem como freelancers. O homeoffice (trabalho realizado em espaço alternativo ao escritório da empresa) hoje é um dos grandes temas quando o assunto é trabalho do futuro.

Este mercado de trabalho tem crescido bastante nos últimos anos: apenas no primeiro trimestre de 2018, trabalhos ligados à internet e ao conteúdo online saltaram 58,4%, na comparação com o último trimestre de 2017.

Prestar serviços como freelancer pode ser uma excelente alternativa para quem não está empregado. Confira, então, algumas dicas e vantagens para começar a seguir neste caminho:

 

  1. Contatos:

 

Se você optar em seguir esta carreira, você irá fazer contatos com várias empresas e vários profissionais. Afinal, quanto mais clientes você tiver, melhor.

E ainda não vai sofrer de tédio, como é o caso de alguns funcionários que passam os dias fazendo as mesmas tarefas.

 

  1. Horários Flexíveis:

 

Outra vantagem é ter horários flexíveis. Se você trabalhar homeoffice, não vai sofrer no trânsito e ainda terá mais tempo para exercer outras atividades. Uma das principais desvantagens do freelancer, em contrapartida, é a instabilidade financeira. Você pode ganhar muito em um mês e quase na da no outro. Afinal, este profissional trabalha por job. Quanto mais jobs, mais dinheiro.

 

Com o avanço da tecnologia, as empresas procuram mais intensamente profissionais que possam melhorar sua apresentação no mundo digital. Assim, criadores de conteúdo, designers e programadores se destacam no meio.

A alta na busca por freelas para trabalhar com inDesign também cresceu de forma significativa: mais de 70%.

 

You may also like


Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function get_comentarios_number() in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php:10 Stack trace: #0 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/comment-template.php(1532): require() #1 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/content-single.php(241): comments_template('/comments.php', true) #2 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(725): require('/var/www/html/d...') #3 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(672): load_template('/var/www/html/d...', false) #4 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/general-template.php(168): locate_template(Array, true, false) #5 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/single.php(41): get_template_part('content', 'single') #6 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template-loader.php(106): include('/var/www/html/d...') #7 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-blog-heade in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php on line 10