Home Dicas Fazer acordo ou pedir demissão?

Fazer acordo ou pedir demissão?

written by Andreia Ferreira 6 de fevereiro de 2020
Fazer acordo ou pedir demissão?

Antes da entrada em vigor da Reforma trabalhista (Lei 13.467/2017), inexistia a possibilidade de empregador e empregado realizarem acordo entre si com a finalidade de atender os interesses de ambas as partes.

Mudar de emprego ou se abrir para outras experiências é algo incrível e que pode transformar a carreira de uma pessoa. Porém, pedir demissão não é uma tarefa fácil e, muitas vezes, essa tarefa vem acompanhada de um “frio na barriga”.

Por mais experiente que um profissional seja, o momento de pedir demissão é normalmente bastante tenso e, se não for desenrolado com cuidado, pode causar desconfortos, mal entendidos e até prejudicar a imagem de uma pessoa.

A pergunta é: ao sair da empresa, o ideal é fazer acordo ou pedir demissão?

Pense bem

Quando se trata de sair de um emprego, é importante ter os motivos dessa decisão muito claros e garantir que eles são mesmo suficientes para sustentar essa escolha.

Recebeu uma proposta de emprego mais interessante  

Se você recebeu uma proposta de emprego mais interessante do que a atual, é válido pensar e pedir demissão.

Antes, caso você goste da sua atual empresa, é importante comunicar a proposta a seus superiores. Uma dica importante para quem está pensando em pedir demissão e não criar desconfortos desnecessários é falar com seu gestor direto, antes de espalhar para os colegas a notícia de que você vai pedir para sair.

O empregador é obrigado a aceitar o pedido de acordo do empregado?

Segundo o artigo 484-A da CLT, a “rescisão consensual” deve ser vontade do empregado e também do empregador, portanto, o patrão não será obrigado a aceitar a proposta de acordo do seu empregado.

Tem mais dúvidas? Continue acompanhando nosso blog

You may also like