Home Dicas Como um recrutador analisa um currículo?

Como um recrutador analisa um currículo?

written by Andreia Ferreira 8 de abril de 2019

Várias empresas recebem, diariamente, muitos currículos em sua caixa de e-mails. Neste momento, por exemplo, você pode estar tentando conseguir uma oportunidade profissional, mas não tem retorno das empresas.
Neste artigo, vamos mostrar para você o que o recrutador analisa em um currículo e o que você pode fazer para melhorá-lo. Se liga aí:

Qualidade, não quantidade

A falta de resposta – ou até uma resposta negativa educada por e-mail – é frustrante, mas você já parou para pensar que seu currículo pode não estar chamando a atenção do recrutador? Em primeiro lugar, é importante se atentar à gramática. Textos mal escritos, erros de português e formatação confusa dificilmente passam impunes.

Como é feita a triagem dos currículos

Em um primeiro momento, é comum que o currículo seja observado pelos recrutadores de forma panorâmica, para que sejam captados padrões na trajetória do candidato.
De forma geral, lacunas temporais, mudanças, promoções e outros episódios da sua trajetória certamente serão observados imediatamente – e é bom estar pronto para explicá-los de forma consistente numa eventual entrevista.

Proximidade geográfica

Outro ponto bastante interessante e que pode parecer irrelevante para o candidato é o seu endereço residencial. Para os recrutadores, o endereço do candidato é um dos primeiros dados checados no currículo. Empresas preferem candidatos que moram perto do trabalho.

Palavras-chave

Em sua leitura dinâmica, os olhos do recrutador podem procurar no seu currículo alguns termos específicos da vaga que ele precisa preencher.
Um exemplo: vai se candidatar a uma oportunidade na área de tecnologia? É melhor que termos ligados à sua área, como HTML, CSS ou WordPress sejam mencionados.

You may also like


Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function get_comentarios_number() in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php:10 Stack trace: #0 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/comment-template.php(1532): require() #1 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/content-single.php(241): comments_template('/comments.php', true) #2 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(725): require('/var/www/html/d...') #3 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(672): load_template('/var/www/html/d...', false) #4 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/general-template.php(168): locate_template(Array, true, false) #5 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/single.php(41): get_template_part('content', 'single') #6 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template-loader.php(106): include('/var/www/html/d...') #7 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-blog-heade in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php on line 10