Home Recursos Humanos Como saber se fui bem na entrevista?

Como saber se fui bem na entrevista?

written by Desafio RH 10 de novembro de 2020
veja como descobrir se você se saiu bem em uma entrevista de emprego

“E aí, foi bem na entrevista?” Essa é a pergunta que todo profissional ouve
diversas vezes na carreira, vinda de familiares e amigos. Mas como saber se
foi bem assim que coloca o pé para fora da sala do entrevistador?

Não é fácil saber se a gente passou ou não naquela concorrida entrevista de
emprego
. Você pode sair destruído do bate-papo e acabar conseguindo a vaga ou, pior, ficar cheio de esperança de que em breve irá começar um emprego novo e não ser selecionado.

De fato, não dá para saber com certeza se a vaga está garantida ou não. No
entanto, é possível identificar alguns sinais que apontam se você pelo menos conquistou um lugar entre os candidatos preferidos.

Passei ou não?

Grande parte dos recrutadores não demonstram ter gostado ou desgostado do candidato logo de cara.

E mesmo que tenham gostado, isso não é garantia de que você continua na
disputa pela vaga.

O ideal, portanto, é fazer a si mesmo algumas perguntinhas depois da
entrevista para ter alguma ideia se impressionou ou não o entrevistador – mais ou menos como checar o gabarito da prova do vestibular: certeza do resultado você não vai ter, mas pode obter uma boa noção do seu desempenho.

Alguns indícios

Ainda que isso possa ser muito subjetivo, alguns sinais durante a conversa ou mesmo depois podem dar uma pista. Uma entrevista curta demais, o
desinteresse do entrevistador ou mesmo a falta de detalhes sobre as etapas do processo seletivo podem ser um mau sinal.

Interação é um bom sinal

Uma entrevista de emprego não pode ser um monólogo. A interação entre as duas partes é muito importante e, quando a conversa está fluindo, é um ponto positivo.

Detalhes do processo seletivo

Ao se deparar com um candidato interessante, o entrevistador costuma
detalhar ao final da entrevista os próximos passos do processo seletivo,
dizendo em quanto tempo pretendem dar uma resposta e como são as etapas seguintes.

E aí, já passou por alguma dessas situações? Conte para nós!

You may also like


Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function get_comentarios_number() in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php:10 Stack trace: #0 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/comment-template.php(1532): require() #1 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/content-single.php(241): comments_template('/comments.php', true) #2 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(725): require('/var/www/html/d...') #3 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(672): load_template('/var/www/html/d...', false) #4 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/general-template.php(168): locate_template(Array, true, false) #5 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/single.php(41): get_template_part('content', 'single') #6 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template-loader.php(106): include('/var/www/html/d...') #7 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-blog-heade in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php on line 10