Home Dicas Chegar atrasado no trabalho: veja como evitar

Chegar atrasado no trabalho: veja como evitar

written by Andreia Ferreira 9 de agosto de 2019
atraso

Chegar atrasado ao trabalho uma vez ou outra pode acontecer com qualquer um, mas já vou avisando, desde já, que isso não é legal.

Chegar tarde demais no escritório pode virar motivo de culpa e até vergonha para muita gente, pois atrapalha a produtividade e seu chefe, com certeza, não irá gostar nada, nada desse comportamento.

Imprevistos podem sim acontecer, principalmente por conta do trânsito e do trabalho, mas se isso acontece frequentemente com você, tome cuidado.

Se for atrasar, avise

Todos nós sabemos que o funcionário que não chega na hora certa prejudica as atividades da empresa. Por isso, se perceber que não vai conseguir chegar a tempo, comunique a empresa ou seu chefe o motivo do seu atraso.
Conversar é a melhor maneira de resolver estes imprevistos.

Seja “parceiro” de seu chefe

Muitas vezes o “diz-que-me-disse” costuma acontecer em várias empresas e isso acontece também quando um colega de trabalho chega atrasado. É muito comum seu chefe ficar sabendo, através de outro funcionário, que “fulano” não
chegou na hora.

Por isso, vale a pena conversar diretamente com o seu chefe ou seu supervisor e comunicar o motivo do seu atraso, assim evita “burburinhos” dentro da empresa e você sai ganhando.

Se organize

Atrasos, seja no trabalho ou em qualquer outro lugar, demonstra falta de organização e planejamento. Quer dicas para evitar este tipo de constrangimento? Se você mora longe ou o trânsito na sua cidade é ruim, saia mais cedo. Não marque vários compromissos m atrás do outro, pois pode ser que um dure mais tempo e prejudique os outros.

Organize-se e deixe sua pontualidade falar por você!

Para evitar constrangimentos, não chegue nem muito cedo, nem muito tarde.
Seja Pontual. Se for se atrasar, que seja, no máximo, 15 minutos.

You may also like


Fatal error: Uncaught Error: Call to undefined function get_comentarios_number() in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php:10 Stack trace: #0 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/comment-template.php(1532): require() #1 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/content-single.php(241): comments_template('/comments.php', true) #2 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(725): require('/var/www/html/d...') #3 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template.php(672): load_template('/var/www/html/d...', false) #4 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/general-template.php(168): locate_template(Array, true, false) #5 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/single.php(41): get_template_part('content', 'single') #6 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-includes/template-loader.php(106): include('/var/www/html/d...') #7 /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-blog-heade in /var/www/html/desafiorh.com.br/web/blog/wp-content/themes/soledad/comments.php on line 10