Home Notícias A vacina irá impactar o candidato na hora de realizar o processo seletivo? Como será essa nova realidade?

A vacina irá impactar o candidato na hora de realizar o processo seletivo? Como será essa nova realidade?

written by Desafio RH 14 de outubro de 2021
vacina irá impactar o candidato na hora de realizar o processo seletivo

Depois de quase dois anos vivendo de acordo com a nova realidade proporcionada pela pandemia do COVID-19, já estamos vivendo o começo da tão aguardada volta ao trabalho presencial conforme avançamos o calendário de vacinação.

E com a volta presencial, voltaram também as novas oportunidades de trabalho.

O mercado está bem aquecido, principalmente nos setores de logística, vagas operacionais e de produção para segmentos alimentícios e de peças automotivas.

Os profissionais que tiverem seu currículo completo e com a vacinação em dia, com certeza terão uma grande vantagem para a contratação.

Mas a pergunta que não quer calar é: E sem vacina?
Pois bem, pelo cenário que estamos presenciando, a empresa pode nem contratar!

Cada vez mais comum, observarmos bons candidatos, com experiência comprovada, conhecimento adequado e perfil comportamental alinhado com a empresa – mas, na hora H, perder a vaga por não ter se vacinado por vontade própria.

Infelizmente essa mentalidade de alguns candidatos está tirando oportunidades valiosas.

Existem exceções, pessoas que pegaram COVID e não puderam se vacinar nas datas corretas ou então o atraso da dose por problemas logísticos, mas de uma maneira geral há oportunidades até mesmo com repescagens.

O problema seria para candidatos que não querem tomar a vacina. As empresas devem respeitar esse posicionamento, mas existe uma legislação que precisa ser respeitada.

As demais pessoas no ambiente de trabalho não podem estar expostas, então é uma oportunidade que se perde. Assim como o candidato decide não vacinar, as empresas se reservam no direito de não contratar quem não se vacinou conscientemente.

Quem tomou apenas uma dose e ainda aguarda a segunda – ou a dose de reforço – não tem problema no processo de seleção, bastando apenas comprovar que já tomou a primeira e aguarda a segunda.

E você, já se vacinou?

Acompanhe o nosso conteúdo exclusivo no blog!

You may also like